Projeto técnico SPDA - Sistema de proteção contra descargas elétricas atmosféricas (para-raios)

Projeto técnico SPDA - Sistema de proteção contra descargas elétricas atmosféricas (para-raios)

Visando atender seus clientes com maior comodidade e segurança, a PREVENG trabalha no desenvolvimento e execução de projetos técnicos SPDA – Sistema de Proteção Contra Descargas Elétricas Atmosféricas (Para-Raios).

A instalação dos Sistemas de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA), é uma exigência do Corpo de Bombeiros, regulamentada pela ABNT segundo a Norma NBR 5419/2005. O SPDA tem como objetivo evitar e/ou minimizar o impacto dos efeitos das descargas atmosféricas, que podem ocasionar incêndios, explosões, danos materiais e também o risco à vida de pessoas e animais.

As exigências do uso do SPDA pelo Corpo de Bombeiros são: em edificações, estabelecimentos industriais ou comerciais com mais de 1500 m² de área construída, em edificações com mais de 30 metros de altura, em áreas destinadas a depósitos de explosivos e inflamáveis e em outras edificações a critério do Corpo de Bombeiros (quando a periculosidade se justificar e devem obedecer a critérios de confiabilidade e de segurança).

Atualmente existem três métodos de dimensionamento:

1) Método Franklin, porém com limitações em função da altura e Nível de proteção;
2) Método Gaiola de Faraday;
3) Método da Esfera Rolante, Eletro geométrico ou Esfera Fictícia.

Para elaborar um SPDA, além de observar nas normas técnicas como a ABNT 5419 (referente a proteção de estruturas), ABNT 5410 (referente a instalação de baixa tensão) e as prescrições da norma NR-10. Deve-se estar atento a compatibilização dos projetos elétricos da edificação em conjunto com o usuário, oferecendo custos reduzidos, evitando adicionais de obras desnecessárias e oferecendo a melhor tecnologia de proteção atual. Os materiais devem ser escolhidos com critérios normativos, devido a integridade do sistema. Constamos no nosso projeto, a relação de materiais e o escopo de fornecimento.